Dá Licença?


17/01/2013


ANGÚSTIA

A angústia é intrínseco a qualquer ser humano que não esteja com morte cerebral, ela invade cada veia, como gasolina no fogo. Ela te observa no seu sono, na cadeira de diretora cenográfica. A angústia, lhe ensina que todos os problemas possuem solução, mas, assim como a mãe, esconde as soluções como o pacote de biscoito no alto da prateleira. A angústia é a solidão que não pode ser consolada. É o fogo que o trai, quando o frio congela a dor. Viver angustiado. Eis a triste lenha que impele os que, assim como eu, são feitos de carne que dói. Nada a detém, nada a espanta. É que estando dentro de mim, só com cumplicidade ela descansa.

Igor.

Escrito por O Igor... às 10h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

09/07/2011


"Uma grande civilização não é conquistada de fora, sem antes se destruir por dentro" W. Durant.

E o homem sentou-se sozinho,

Profundamente atolado em tristeza,

E todos os animais se aproximaram dele e disseram:

-Não gostamos de te ver tão triste , pede o que quiser e terá.

E o homem disse:

- Quero ter boa visão!

E o abutre respondeu:

- Terá a minha.

E o homem disse então:

- Quero ser forte!

E o Jaguar disse:

- Será forte como eu!

Depois o homem disse:

- Desejo saber os segredos da Terra.

E a Serpente disse:

- Te mostrarei.

E assim foi com todos os animais.

E quando o Homem teve todos os dons que podiam lhe dar, ele partiu!

Então a Coruja disse para os outros animais:

- Agora o Homem sabe muito, e conseguirá fazer muitas coisas.

- De repente, tenho medo.

O Cervo disse:

- O Homem já tem tudo o que precisava.

- Agora a sua tristeza acabará.

Mas a Coruja respondeu:

- Não. Eu vi um buraco no Homem.

- Profundo como uma fome que jamais será saciada.

- É o que o faz ficar triste, e que faz com que ele sempre queria mais.

- Continuará tomando e tomando, até que um dia o Mundo dirá:

"Já não existo, e não fica mais nada para dar."

 


Escrito por O Igor... às 12h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

05/07/2011


Juro que sou eu!

http://www.youtube.com/watch?v=Zh2GgCFR2dw

Engraçado que quando digo que eu sou o problema, veem ironia da minha parte!
Meu isolamento, meu afastamento, minhas respostas ácidas...
Eu realmente tenho dificuldade em me relacionar socialmente!
Talvez por ver hipocrisia, falsa modéstia!
Por saber perceber a falta de cumplicidade do que é dito com a imagem do olhar!
Por observar o paradoxo do que se faz individualmente e socialmente!
O problema sou seu sim! Eu que não deveria ver, sentir essas coisas!
Por amar demais, me afasto para nao dizer...
E se o isolamente não vem, acabo por perder a classe!
Porque castigo me veio, de nao saber transpassar!
E ser punido, justamente por estar no castigo!
Cansado de ver as coisas erradas...
Cansado de ver as pessoas descomprometidas...
Cansado de ver as relações enganadas...
Cansado de ver o meu passado bem a minha frente...
Cansado de ver o meu futuro bem atrasado...
Desculpem!
O sapato é por demais desconfortável!
O lugar, canal, o tamanho...algo está muito errado!

Igor.

 

Escrito por O Igor... às 22h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/06/2011


Inerte.

Porque tamanha ilusão de pensar que me importo?

Eu não me importo!!! Ou me importo com aquilo que ninguém se importa!

Eu me importo sim!!! Ou ignoro os valores gerais!

Porque tamanha desilusão de pensar que não me importo?

A fome, a ignorância, o frio, a pobreza, a aspereza do dia-a-dia é o desdém da maioria.

Vivemos entre vítimas e culpados, e por vezes somos os dois.

Daí a dificuldade da mudança. Quem se arrisca a separar esse rebanho?

O que faz uma causa perdida é quando podendo escolher duas coisas ruins, se escolhe ambas.

O que faz com que não seja mais possível é a inércia da mediocridade, sua, minha!

Quando disse que aceitaria tal responsabilidade? Fazer parte dos que mudariam a humanidade.

Salvemos cada um, seu próprio mundo particular.

O mundo é construído de visões, todas unilaterais. Ver pelo outro é grosseria.

Quem sabe assim, quando o vermos, esqueçamos por um instante nossos direitos,

nossos prazeres, nossa mediocridade, nossa ínfima existência terrena, para que o nosso primeiro passo seja nossos deveres, apoiado então pelo mundo particular.

 

Escrito por O Igor... às 18h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/03/2010


Odeio quem rouba minha solidão sem me dar em troca, verdadeiramente, companhia!

Nietzsche

Escrito por Magro às 22h32
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/03/2010


Durante a vida quantas emoções sentimos?
Na verdade...umas , 5 no máximo!
O que muda são as situações,
Que mexem com a gente utilizando
Sempre os mesmo mecanismos emocionais.
Nossa vida segue sempre estagnando
Sempre buscando uma estabilidade
E como não podemos conviver com isso
Pela natureza humana tão imprevisível
Vamos nos abaixando conforme a estabilidade chega
A emoções, são o que nos acorda!
As sua causa nunca pode ser a mesma,
Pois ela também se acomoda!
É ai que entram situações novas
Trazendo as mesmas emoções!
A acomodação é um fato
Os sentimentos...são poucos!
Mas de tantas situações...
Ela se torna suportável..................................

Escrito por Magro às 13h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

28/01/2010


Reformulação...

 

Escrito por Magro às 11h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/09/2009


 

De uma maçã sempre sai uma quantidade média de sementes!

Mas...de uma semente, quantas maçãs poderão surgir?

Um dia toda essa neblina, vai sumir.

E isso não quer dizer que você vai estar lá!

Mas...talvez não importe, porque querendo ou não,

É com você que eu vou estar!

 

Magrão.

Escrito por Magro às 13h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/09/2009


Eu não quero enganar ninguém!
Mas também não vou dizer o que pensam,
Muito menos concordar com o que dizem!
Acredite não estou te enganando
Não estou encenando,
Sou Eu sim, nas mais diferentes propostas!
A gente só da valor ao que tem, quando não tem mais...
A gente só sabe que perdeu, quando não possui mais!
Vale muito para o Amor essa idéia!
Mas e quanto à vida?
Se perde o sentido?
Se tudo passa e não vemos mais nada...
Se tudo acontece e não sentimos mais nada...
Dizem que cão que late não morde, e por isso rezo para latir!

 

Igor...

Escrito por Magro às 23h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

21/07/2009


 

Teoria sem objetividade

Poesia sem subjetividade

É um prato sem comida

É o amor sem liberdade!

A realidade não é o que se acha

O amor é muito menos do que se explica!

Um fato não existe sem necessidade

Uma rima cria todas as possibilidades!

Abrimos mão da necessidade de ver

E temos um oceano de visibilidade!

Igor.

 

Escrito por Magro às 17h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/07/2009


 

Nada em minha vida fez sombra em você...

Todos os dias meus pensamentos encontravam você...

A cada instante, em todos os momentos!

Hoje acordei, porque sonhei contigo...

Hoje chorei, porque não tenho você comigo!

Que não me quer eu ja entendi...

E sim! Minha vida eu vou seguir!

Não vou te procurar! 

Por Deus não te amarei mais!

Você sente? Você ainda escuta? É fim!

Os sonhos não pertencem mais a mim...

Voltam os pensamentos e eu já fiquei atrás!

Quais as chances de conquistar o passado!

De tão incerto futuro que se tornou previsível!

De tanta luz em chama se fez a morte!

E para dizer adeus de verdade...

É que aceito a sombra que se pôs em ti!

E sabendo onde você está...

Quem sabe a vida me acenda de novo

Para lhe encontrar...

A esperança que por agora passo a enterrar!

Magrão.

 

 

Escrito por Magro às 18h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/04/2009


Os tolos e os fanáticos estão sempre seguros de si, mas os sábios são cheios de dúvidas.....Há os prepotentes que arriscam dizer serem conhecedores de sí mesmos! Eu não tenho a menor dúvida de quem eu não sou, mas em compensação desconheço completamente quem eu sou, e dou valor a isso! Um hora todos percebem que o importante não é saber do que se gosta, mas ter uma leve noção, um suspiro, uma brisa indicativa do que não se gosta! Conhecendo nossos desgostos, e acredite a lista geralmente é maior do que pensamos, fica mais facil, de percebermos o pouco, mas real e verdadeiro que nos sobra de prazer,como a rosa que fica mais elegante e bonita sozinha em uma solitária de cristal, em constraste com o ramalhete enfeitado! Igor

Escrito por Magro às 23h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/02/2009


PARA UMA MENINA COM UMA FLOR...

Porque você é uma menina com uma flor e tem uma voz que não sai, eu lhe prometo amor eterno, salvo se você bater pino, o que, aliás, você não vai nunca porque você acorda tarde, tem um ar recuado e gosta de brigadeiro: quero dizer, o doce feito com leite condensado.

E porque você é uma menina com uma flor e chorou na estação de Roma porque nossas malas seguiram sozinhas para Paris e você ficou morrendo de pena delas partindo assim no meio de todas aquelas malas estrangeiras. E porque você sonha que eu estou passando você para trás, transfere sua d.d.c. para o meu cotidiano, e implica comigo o dia inteiro como se eu tivesse culpa de você ser assim tão subliminar. E porque quando você começou a gostar de mim procurava saber por todos os modos com que camisa esporte eu ia sair para fazer mimetismo de amor, se vestindo parecido. E porque você tem um rosto que está sempre um nicho, mesmo quando põe o cabelo para cima, parecendo uma santa moderna, e anda lento, e fala em 33 rotações mas sem ficar chata. E porque você é uma menina com uma flor, eu lhe predigo muitos anos de felicidade, pelo menos até eu ficar velho: mas só quando eu der uma paradinha marota para olhar para trás, aí você pode se mandar, eu compreendo.

E porque você é uma menina com uma flor e tem um andar de pajem medieval; e porque você quando canta nem um mosquito ouve a sua voz, e você desafina lindo e logo conserta, e às vezes acorda no meio da noite e fica cantando feito uma maluca. E porque você tem um ursinho chamado Nounouse e fala mal de mim para ele, e ele escuta e não concorda porque ele é muito meu chapa, e quando você se sente perdida e sozinha no mundo você se deita agarrada com ele e chora feito uma boba fazendo um bico deste tamanho. E porque você é uma menina que não pisca nunca e seus olhos foram feitos na primeira noite da Criação, e você é capaz de ficar me olhando horas.

E porque você é uma menina que tem medo de ver a Cara-na-Vidraça, e quando eu olho você muito tempo você vai ficando nervosa até eu dizer que estou brincando. E porque você é uma menina com uma flor e cativou meu coração e adora purê de batata, eu lhe peço que me sagre seu Constante e Fiel Cavalheiro.

E sendo você uma menina com uma flor, eu lhe peço também que nunca mais me deixe sozinho, como nesse último mês em Paris; fica tudo uma rua silenciosa e escura que não vai dar em lugar nenhum; os móveis ficam parados me olhando com pena; é um vazio tão grande que as mulheres nem ousam me amar porque dariam tudo para ter um poeta penando assim por elas, a mão no queixo, a perna cruzada triste e aquele olhar que não vê. E porque você é a única menina com uma flor que eu conheço, eu escrevi uma canção tão bonita para você, "Minha namorada", a fim de que, quando eu morrer, você, se por acaso não morrer também, fique deitadinha abraçada com Nounouse cantando sem voz aquele pedaço que eu digo que você tem de ser a estrela derradeira, minha amiga e companheira, no infinito de nós dois.

E já que você é uma menina com uma flor e eu estou vendo você subir agora - tão purinha entre as marias-sem-vergonha - a ladeira que traz ao nosso chalé, aqui nessas montanhas recortadas pela mão de Guignard; e o meu coração, como quando você me disse que me amava, põe-se a bater cada vez mais depressa.

E porque eu me levanto para recolher você no meu abraço, e o mato à nossa volta se faz murmuroso e se enche de vaga-lumes enquanto a noite desce com seus segredos, suas mortes, seus espantos - eu sei, ah, eu sei que o meu amor por você é feito de todos os amores que eu já tive, e você é a filha dileta de todas as mulheres que eu amei; e que todas as mulheres que eu amei, como tristes estátuas ao longo da aléia de um jardim noturno, foram passando você de mão em mão até mim, cuspindo no seu rosto e enfrentando a sua fronte de grinaldas; foram passando você até mim entre cantos, súplicas e vociferações - porque você é linda, porque você é meiga e sobretudo porque você é uma menina com uma flor.

Vinicius de Morais

Escrito por Magro às 19h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/02/2009


???

A gente comedida e decente, acaba por várias vezes a não dizer o que sente ou pensa.
As situações acontecem e vamos dormir toda a noite com um circo de pulgas atras da orelha.
Tentamos entender o que fizemos de errado, como não percebemos os sinais, e rezamos para que nossa vida não seja uma apresentação circense.

Escrito por Magro às 22h31
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/01/2009


Araripe Coutinho

A criança come o barro pensando comer o ovo. Diz a gente grande: é verme. Não, é fome. A cena se repete, e ela pode comer o descampado inteiro. Uma besta rosnando quieta, babando como cão raivoso.
Andemos por esse pátio ausente de morangos. Dividamos nossas fomes, bebamos nossos próprios sangues. A cidade é de Deus, aqui nunca é outono. Nem Bob Esponja faz rir o lábio do menino que descasca. Frieza no sol a pino de quarenta graus. Amamentemos de fúria a ética inventada pelo homem. Pois “cuspe” é a palavra inventada para engolir a seco a mosca que nos tornamos nós!

 

 sa grama - presepada

Escrito por Magro às 13h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Homem, de 20 a 25 anos, Kirundi, Czech, Cinema e vídeo, Política, Rum....rum!
MSN - umrevolucionario@hotmail.com

Histórico